Quinta-feira, 27 de Março de 2008

é este o poema

funeral blues

w.h. auden

Stop all the clocks, cut off the telephone,

Prevent the dog from barking with a juicy bone,

Silence the pianos and with muffled drum

Bring out the coffin, let the mourners come.

 

Let aeroplanes circle moaning overhead

Scribbling on the sky the message He Is Dead,

Put crêpe bows round the white necks of the public doves,

Let the traffic policemen wear black cotton gloves.


He was my North, my South, my East and West,

My working week and my Sunday rest,

My noon, my midnight, my talk, my song;

I thought that love would last for ever: I was wrong.


The stars are not wanted now: put out every one;

Pack up the moon and dismantle the sun;

Pour away the ocean and sweep up the wood.

For nothing now can ever come to any good.

tags: ,
publicado por goodwoman às 00:25
| comentar | favorito
Quarta-feira, 26 de Março de 2008

eu não tenho vergonha e além disso acho que toda a gente sabe

4 casamentos e um funeral.

é curioso que num filme com 4 casamentos a cena mais romântica seja a do funeral. a cena em que ele lê o poema "funeral blues" do w.h . auden . já perdi a conta ao número de vezes que vi o filme mas esta cena leva-me sempre às lágrimas. mesmo que o filme tivesse só esta cena já valia a pena.

acho que foi neste filme que comecei a gostar do hugh grant . depois deixei de gostar dele. agora acho que gosto dele outra vez. embora não saiba bem se é dele ou das personagens que ele representa que eu gosto. e também não sei bem se ele não faz sempre o mesmo papel, que é o papel de hugh grant .

gosto do grupo de amigos que se mantém unido ao longo do tempo (sim, estou a pensar noutro grupo de amigos em particular, embora agora já não se mantenha tão unido)

e gosto do padre do rowan atkinson (que tem muito mais piada quando fala).

e gostei de saber este trivia que li no IMDb : The budget for the film was so small that the Scottish wedding wasn't filmed in Scotland , and the extras had to bring their own suits to the weddings .

e gosto da cena em que o hugh grant fica na mesa com um velhote a dar para o senil e diz que se chama charles e o velhote diz algo como: don't be ridiculous charles died a long time ago. e o hugh grant com aquele ar desajeitado que tanto charme lhe dá responde: different charles , maybe . e o velhote indignado responde: are you telling me i don't know my brother .

e gosto da cena em que o irmão do charles hugh grant  interrompe o casamento na parte do falem agora ou calem-se para sempre. e acho que é muito justo o murro que a duck face dá ao hugh grant porque ninguém merece ser abandonado no altar.

e o final, ah o final. eu não resisto a finais felizes à chuva.

tudo isto e eu sem gostar da andie macdowell
publicado por goodwoman às 23:52
| comentar | favorito

haiku é a tua tia (ainda as laranjas)

às vezes tenho tantas saudades da minha mãe e do meu pai que só me apetece chorar. chorar e mudar-me de volta para vvr. às vezes quando estou com a minha sobrinha ao colo percebo que ela é a pessoa mais extraordinária do mundo. às vezes quando o meu irmão me telefona e falamos durante horas sobre o benfica, as eleições nos estados unidos ou os vídeos idiotas do youtube eu fico com a certeza que tenho o melhor irmão do mundo. às vezes quando vou a casa da minha avó e ela me oferece o lanche e eu como queijo e laranja e pão e leite e ela reclama comigo eu percebo o quanto a adoro. às vezes quando me chamam pelo meu apelido lembro-me do meu avô manel que já morreu e com quem eu não passei o tempo que ele merecia.
às vezes lembro-me da importância da minha família na minha vida. tenho pena que seja só às vezes.
publicado por goodwoman às 21:22
| comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Março de 2008

senhor juarroz

Se nada se repete igual,
todas as coisas são últimas coisas.
Se nada se repete igual,
todas as coisas são também as primeiras.

(em memória unitiva de Antonio Porchia)

Roberto Juarroz, Poesia Vertical
publicado por amigogaspar às 22:06
| comentar | favorito
Domingo, 23 de Março de 2008

vizinhança

A alegria de ir à "terra": 10 minutos depois de ter chegado a casa (a casa dos meus pais que para sempre será "a casa") a minha vizinha do lado (que me conhece há 17 anos) chamou-me (é óbvio que não ia tocar à campanhia, encostou-se ao muro do quintal e gritou o meu nome) para me dar (dar/oferecer/presentear) laranjas (ela tem uma laranjeira no quintal e sabe que eu adoro laranjas).
publicado por goodwoman às 21:04
| comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Março de 2008

tu não mandas em mim e eu só faço listas quando me apetecer

tu com os mad men e eu com o eli stone. o eli stone é um jovem e bem sucedido advogado que vive em san francisco. tudo lhe corre bem, pertence a uma law firm de sucesso, ganha casos atrás de casos, está noivo de uma bela mulher, até ao dia em que descobre o george michael em cima da mesa da sala a cantar a música faith. desde este primeiro incidente até à descoberta de um aneurisma inoperável é um saltinho ou melhor dizendo um episódio. no meio disto tudo aparece também um acupunctor chinês (será?) que tem um interpretação muito própria para as alucinações do rapaz e uma rapariga desejosa por ajudar a fazer o bem. uma série divertida com o george michael a não o deixar esquecer, a ele e a nós, que you gotta have faith.
publicado por goodwoman às 21:02
| comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 16 de Março de 2008

mad men

Por sugestão do ressabiator descobri esta série da amc. Comecei para ver os pitchs e o genérico e fiquei colado ao ecran até ver todos os episodios já feitos. De início irritou-me o ritmo lento e a escassez de verdadeiras cenas de bastidor da publicidade. O ritmo rapidamente se torna hipnótico e, afinal de contas, os bastidores do processo criativo visto de fora são tão aborrecidos na tv como na vida real. A verdade é que antes do fim do primeiro episódio já estava traçado que não ia conseguir dormir à hora devida.
No fim dos 13 episódios descobri que tenho um tipo de personagem que recorrentemente me fascina. Alguém que não encaixa, mas que joga, melhor ou pior, seguindo as regras e nos dá uma visão mais desligada daquilo que o rodeia. Muitas vezes nem é contestário e até segue a multidão, mas por mais que tente não se consegue enganar a si próprio ou aos outros. Geralmente são personagens tidas como dramáticas ou trágicas, mas que a mim sempre me fazem rir. Aqui é o Don Draper, mas apercebo-me que deve ser também o personagem central de todos os livros do meu top 10. Deixa lá ver: acho que é assim no Estrangeiro, no Decline & Fall e no The Loved One, no Marinheiro que perdeu as graças do mar e no Pavilhão Dourado, no Jogador, no Siddhartha, e na maioria dos livros que gosto do Moravia de que me lembro agora. Claro que provavelmente só me estou a recordar daqueles que corroboram a minha recente teoria.
O Mad Men tem muito para lá desta teoria, claro. Vê o pitch que o ressabiator destaca, e estes 2 excertos:

http://www.youtube.com/watch?v=d7ov7STa_Ik

http://www.youtube.com/watch?v=G2FZOCgZe8k
publicado por amigogaspar às 18:40
| comentar | favorito
Terça-feira, 11 de Março de 2008

o monstrengo

hoje fui até ao fim da piscina. na minha cabeça fui até ao fim do mar e passei pelo adamastor.
publicado por goodwoman às 23:24
| comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 8 de Março de 2008

é oficial!

cheguei à idade adulta. tive uma inundação na cozinha provocada pela máquina de lavar roupa.
publicado por goodwoman às 13:42
| comentar | favorito
Terça-feira, 4 de Março de 2008

...

zangas-te comigo quando pensas no passado?
publicado por goodwoman às 22:33
| comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 3 de Março de 2008

10 melhores filmes sobre fotografia

Segundo a revista American Photo, em contagem decrescente, para uma amiga que adora listas, cinema e fotografia. Não vi quase nenhum fora do top 3. Grande falha, faço antes o resumo do artigo.

10 - The Notorious Betty Page, 2005 - Gretchen Mol como rainha das pin-ups, Chris Bauer representa o que era fazer fotografia nos dias quentes antes da revolução sexual.

9 - Pecker, 1998 - Como transformar fotos de familia em arte. Pelos vistos, a própria família é uma peça de arte. Surrealista.

8 - Star 80, 1983 - Sobre a playmate Dorothy Stratten e outra sedução, pelo poder da câmara fotográfica.

7 - Under Fire, 1983 - Nick Nolte como foto-jornalista na Nicarágua. Como estar no meio de uma guerra e permanecer objectivo?

6 - Fairy Tale: A True Story, 1997 - Fazer fotografias, magia e fantasia. Que filme se deve usar para fotografar fadas?

5 - Apocalypse Now, 1979 - Não será um filme sobre a fotografia, mas está sempre lá. Mas para ser oficial, Dennis Hopper é o foto-jornalista tão louco como a guerra.

4 - Eyes of Laura Mars, 1978 - Se não funciona bem como filme de suspense resulta antes como retrato da fashion scene, em Nova Iorque, durante a era disco.

3 - Funny Face, 1957 - Quando era novo o Avedon dizia que gostaria de ser o Fred Astaire. Aqui o Fred faz de fotógrafo de moda chamado Dick Avery. O verdadeiro Avedon fez as fotos. Audrey Hepburn como musa. Música pelos Gershwins.

2 - Blow-Up, 1996 - Fotografia de moda na Londres dos swinging 60s, mas também a incapacidade de penetrar nas razões que movem a segunda visão de um fotográfo.

1 - Janela Indiscreta, 1954 - Pode uma teleobjectiva compensar a impotência criativa e sexual? Grace Kelly pergunta: "Diz-me tudo o que viste, e o que pensas que significa."
publicado por amigogaspar às 12:38
| comentar | favorito

.mais sobre nós

. 10/52

. 9/52

. 8/52

. 7/52

. 6/52

. 5/52

. 4/52

. Enquanto houver ventos e ...

. 3/52

. 2/52

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.pesquisar

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds