Sexta-feira, 30 de Novembro de 2007

No princípio era o verbo e um canal, a preto e branco

Antes da tvcabo e dessas modernices todas começarem a transformar as antenas em espécies em vias de extinção, eu achava que estes objectos eram um atentado à beleza da paisagem urbana mas agora, que há cada vez menos, sinto uma nostalgia dos meus tempos de criança. Nesse tempo o meu pai ia para o sótão controlar a antena, o meu irmão ficava na sala em frente à televisão para controlar a qualidade da imagem e eu ficava a meio da escada a servir de megafone. No fim de muitos "assim não se vê nada", "para o outro lado", "não é para esse lado, é para o outro", "está bom, está bom", gritados por mim escada acima, a minha mãe entrava na sala e dizia: "tenho de dizer ao vosso pai para ir arranjar a antena que isto assim não se vê nada".



foto daqui:ideiasnoescuro
publicado por goodwoman às 21:40
| comentar | favorito

.mais sobre nós

. 10/52

. 9/52

. 8/52

. 7/52

. 6/52

. 5/52

. 4/52

. Enquanto houver ventos e ...

. 3/52

. 2/52

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.pesquisar

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds