Terça-feira, 25 de Dezembro de 2007

The Secret Life of Words



Josef: I thought um, you and I, maybe we could go away somewhere. Together. One of these days. Today. Right now. Come with me.
Hanna: No, I don't think that's going to be possible.
Josef: Why not?
Hanna: Um, because I think that if we go away to someplace together, I'm afraid that, ah, one day, maybe not today, maybe, maybe not tomorrow either, but one day suddenly, I may begin to cry and cry so very much that nothing or nobody can stop me and the tears will fill the room and I won't be able to breath and I will pull you down with me and we'll both drown.
Josef: I'll learn how to swim, Hanna. I swear, I'll learn how to swim.
publicado por goodwoman às 21:11
| comentar | favorito
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007

Como não há duas sem três

Amigo Gaspar,
para o mano Tiago: Feliz aniversário!
publicado por goodwoman às 00:17
| comentar | favorito

Feliz Cumpleaños João!

publicado por goodwoman às 00:14
| comentar | favorito

Hoje no Centenário mas a pensar na Proa



Feliz aniversário Mary Tina!
publicado por goodwoman às 00:13
| comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2007

Inquietação

Amigo Gaspar,
comecei a pensar e acho que a aniversariante já tem a prenda que tu me aconselhaste a comprar. Garanto-te que se assim for quem vai arcar com as culpas és tu.
publicado por goodwoman às 22:00
| comentar | favorito

Parts of The Road

The world shrinking down to a raw core of parsible entities. The names of things slowly following those things into oblivion. Colours. The names of birds. Things to eat. Finally the names of things one believed to be true.

publicado por goodwoman às 12:27
| comentar | favorito
Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2007

Balanço 5

DSC07642.jpg

IMG_1712.jpg

DSC07656.jpg

DSC07663.jpg

IMG_1723.jpg

IMG_1706.jpg

SP_A2465.jpg

passeei de pasteleira e fiquei a conhecer as salinas da figueira da foz. vi um barco de cimento, uma flor de sal e fiz bodyboard (no mar, não nas salinas). gostei tanto que comprei uma prancha e barbatanas na decathlon, meti o saco às costas e depois de outro passeio de bicicleta por mira fui levar uma coça do mar . paparuco, é assim que se escreve? ha! finalmente ouvi a música "figueira da foz" na rádio, mas ainda não consegui a letra: "figueira da foz lyrics" dá resultados muito estranhos no google.
publicado por amigogaspar às 17:32
| comentar | favorito

Balanço 4

SP_A2449.jpg

SP_A2450.jpg

SP_A2454.jpg

fui dançar às festas de verão em trás-os-montes, em sítios tais que nem aparecem no google earth.
publicado por amigogaspar às 17:26
| comentar | favorito

Balanço 3

IMG_8121.jpg

IMG_8150.jpg

IMG_7977.jpg

IMG_8133.jpg

IMG_7946.jpg

IMG_7776.jpg

IMG_7831.jpg

fiz a rota do cares. à ida passei por leon e vi o musac e a catedral. (o poster do bar é só para te baralhar)
publicado por amigogaspar às 16:28
| comentar | favorito

Balanço 2

P1000447.jpg

Provei "The Best Cheesecake on Earth" em NY.
publicado por amigogaspar às 16:02
| comentar | favorito

the end of The Road

I will do what I promise, he whispered. No matter what. I will not send you into the darkness alone.

Cormac McCarthy, The Road

publicado por goodwoman às 12:36
| comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 18 de Dezembro de 2007

Re: os sete


aqui um pulinho. Uns tais de Harppia cantam Sete.
publicado por goodwoman às 22:59
| comentar | ver comentários (2) | favorito

And they lived happy ever after

Tu sabes que eu não resisto. Tu sabes que eu oiço falar em comédias românticas e histórias de Amor e felizes para sempre e o meu pequeno coraçãozito de pardal fica louco de alegria. Tu sabes. E depois estou sozinha em casa a ver televisão e a pensar como sou triste e infeliz e de repente a frase:
- Eu gosto de te ver feliz.
Mesmo na televisão um final feliz é sempre um final feliz.
publicado por goodwoman às 22:46
| comentar | favorito

Os sete

São sete, são sete.
nas profundezas do Oceano, são sete,
obedece, no céu são sete,
nas profundezas do Oceano, nas Moradas,
cresceram!

Não são machos nem fêmeas,
são os que despertam a tempestade,
não possuem mulheres, não geram filhos,
não sabem de piedade ou misericórdia,
não escutam preces nem súplicas,
são cavalos que cresceram na montanha,
são os inimigos de Ea,
os guzalû dos deuses,
para destruírem o caminho mantêm-se nas ruas,
são maus, são maus,

são sete, são sete, são duas vezes sete.
Em nome do céu os exorcizamos,
em nome da terra os exorcizamos.

Mesopotâmia (c. 2000 a.c.=
Rosa do Mundo - 2001 Poemas para o Futuro
(tradução de Maria Jorge Vilar de Figueiredo)
publicado por amigogaspar às 20:39
| comentar | favorito

Guarda roupa do Peter Parker



Mas se quiseres pode passar a ser o guarda roupa do Amigo Gaspar
tags:
publicado por goodwoman às 20:24
| comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

Amanhã chove, talvez haja engarrafamento



Há livros que só leio em público porque sei que o nó que criam na minha garganta se iria desatar num pranto incontrolável se os lesse em casa. Este é um desses livros. Leio com angústia e sofreguidão no autocarro pela manhã. Abençoo cada sinal vermelho, cada chico-esperto que empata a faixa do bus e me prende por mais uns momentos dentro de um livro do qual tenho de me libertar e voltar a tona de água para respirar.
publicado por goodwoman às 21:53
| comentar | ver comentários (1) | favorito

41º9'N 8º38'W

Tens sorte Amigo Gaspar, este senhor é teu vizinho.

O "internamento de misericórdia", a "admissão para algum sossego temporário da família" e, sobretudo, o "vou dar-te agora um leito branco e limpo donde possas ver, ainda que deitada, algum alento nos olhos que te olham", não são despesas: são mimos.
publicado por goodwoman às 21:02
| comentar | favorito

Eu cá só uso pechisbeque

Hoje, em mais uma incursão no difícil e perigoso mundo dos centros comerciais antes do Natal, parei diante de uma joalharia. Depois de estar algum tempo a pensar porque é que os artigos na montra tinham a referência, uns números muito compridos, à frente é que percebi que eram os preços.
publicado por goodwoman às 20:20
| comentar | ver comentários (1) | favorito

Re: Balanço 1

Nota mental para mim: aprender com os erros dos outros e continuar a ir aqui.
publicado por goodwoman às 20:13
| comentar | favorito

balanço 1

Photo 12.jpg

1 - aprender a cortar o meu próprio cabelo. porque não? poupa-se dinheiro, não te podes queixar que o barbeiro não percebeu o que querias, se estiver muito comprido cortas mais um bocado no dia a seguir.
publicado por amigogaspar às 18:48
| comentar | favorito

.mais sobre nós

. 10/52

. 9/52

. 8/52

. 7/52

. 6/52

. 5/52

. 4/52

. Enquanto houver ventos e ...

. 3/52

. 2/52

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.pesquisar

.arquivos

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Outubro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds